Veio para ficar!

Prática de yoga ao vivo e online!


Ainda pode parecer meio complicado e tecnológico demais acessar a Internet para iniciar uma prática de yoga, utilizando uma conexão totalmente digital e fazendo isso por meio de variados aplicativos, muitos deles gratuitos, disponibilizados nas "lojinhas" dos celulares.


Tudo isso parece bastante novo realmente.


Porém, complicado mesmo era no início da popularização da Internet e que para acessar o tal mundo virtual a gente precisava de um fio que ligado ao telefone da casa por meio de um outro aparelhinho, após ouvir uma musiquinha característica da conexão sendo iniciada, a pessoa começava a vibrar com a novidade, ansiedade e principalmente, paciência para acessar esse ou aquele espaço (site) virtual onde os joguinhos e comunidades de amigos eram nossos preferidos (quem lembra do orkut, minha gente?).

Pessoas simples como a maioria de nós e que tinham apenas uma linha telefónica, sempre recorríamos aos horários onde os valores cobrados para utilizar esse serviço eram os mais baratos e, que não fosse atrapalhar a família, mantendo a linha ocupada por acessar a Internet... muitas vezes era entre meia noite e 3 da manhã, por exemplo, que a maioria de nós, conseguia viver essa aventura.


A Conferência da ONU sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, chamada de Eco92 ou Rio92, foi o primeiro evento com internet no Brasil!!!!! Dá para imaginar isso!! Foi a ONU que doou máquinas pra ajudar na estrutura, RNP e Alternex uniram esforços e isso deu certo.


Pensem com a gente... século passado, 1992... e a gente nem tinha muita noção de que essa novidade acertaria em cheio nossas rotinas, em todos os possíveis serviços que seriam extremamente facilitados a partir daí.


Pode parecer mentirinha, mas a primeira instituição que implantou o ensino a distância no país foi o Instituto Radiotécnico Monitor, fundado em 1939, por Nicolás Goldberberger. Além dele, foram pioneiros o Instituto Universal Brasileiro, criado em 1941, e a Universidade do Ar, criada e em 1946.


As pessoas queriam aprender! Precisavam aprender!


Não havia Internet, gente!


Não havia acesso rápido aos conteúdos.


Muitas vezes, não havia condições mínimas para favorecer aprendizagem.


Porém, vejamos, a vontade de aprender, embora todas as dificuldades daqueles anos iniciais, não impediu que mais e mais pessoas aprofundassem conhecimentos, buscassem ferramentas mais e mais adequadas, estabelecessem parcerias e alcançassem outros patamares em suas vidas.


Assim também em relação ao Yoga no Brasil, como já falamos em outra publicação, tudo demonstra ser muito novo com lideranças que ao longo desses anos iniciais buscavam divulgar e popularizar essa prática milenar.


Hoje é extremamente fácil "dar um google" e localizar muita história boa, documental, acadêmica ou amorosa mesmo, sobre os pioneiros em suas variadas tentativas de expandir esse conhecimento no Brasil e no mundo.


Nós encontramos um material muito interessante na Internet e que relata a urgência e visão do Professor Hermógenes (pioneiro no trabalho sobre Yoga no Brasil) onde em uma entrevista a Folha de Londrina, em 20/11/1997, ele disse que estaria lançando uma "nova gravação de fita cassete para ser ouvida no rádio do carro".


Fita cassete, amiges!


E certamente naqueles dias deve ter aparecido quem criticasse sua "ousadia".


Foram essas tentativas de expandir as variadas práticas, inclusive tentando desvincular o yoga de academias e estúdios de dança, por exemplo, que estimularam outros professores ou grupos a criarem as benditas "aulas gravadas" de yoga: práticas com início, meio e final, aonde os interessados começavam suas múltiplas aventuras, observando professores, para a aquisição desse conhecimento, aonde quer que estivessem.


E isso funcionou e ainda funciona em muitos casos.


Nos contaram a experiência de uma mulher que realiza aulas gravadas armazenadas gratuitamente num aplicativo, divulgadas por uma professora famosa e a afinidade é tanta e tamanha que a mulher diz: fulana é a minha professora.


Tudo bem se cada pessoa hoje pode ter a liberdade e condição de praticar yoga desta ou daquela forma, não é mesmo?


Também por conta da Pandemia de COVID-19 (nome, atribuído pela Organização Mundial da Saúde, à doença provocada pelo novo coronavírus SARS-COV-2) os trabalhos e aprendizados virtuais foram essenciais para que a vida pudesse continuar da melhor forma possível, mantendo os serviços e as pessoas conectadas com variados propósitos.


Em dias tão difíceis e desafiadores como aqueles que vivemos e ainda continuamos a viver por conta dessa pandemia, amiges e alunes, alguns inclusive que já praticavam ao vivo e online conosco, nos deram a certeza de que precisávamos abraçar mais pessoas e expandir o nosso Viver Simples.


Nós duas mesmo, não teríamos suportado todo afastamento social (e suas implicações), caso não houvesse o Viver Simples.


A gente percebeu que todes nós precisamos (como aquela mulher que mencionamos mais acima) dessa bendita aproximação, indo mais além, levando-nos a uma vivência concreta de nos sentirmos próximos, acolhidos, produtivos, orientados e fortalecidos, num ambiente virtual.


O nosso Viver Simples surgiu como uma necessidade de cura diante da pandemia; entretanto, agora quando muitos serviços já vão retomando seus ambientes físicos, temos constatado o quanto nossa Comunidade com os variados serviços que disponibilizamos, se mantem adequada aos tempos e pessoas que somos.


Mantemos o nosso propósito de abraçar e alcançar mais e mais pessoas para o aprendizado correto do yoga, com a menor possibilidade possível de lesões, estabelecendo relações singulares entre professoras e praticantes, proporcionando custos acessíveis para todes, compartilhando textos, receitas, cursos online, atendimentos de ayurveda, nosso estilo simples de viver, encontros presenciais para 2022 integrando e valorizando os diversos saberes e necessidades em tempos que não páram de mudar.


Já ouviram falar em conceitos de realidade aumentada (RA) e virtual (RV) no ambiente físico?


Então, isso é o que vem sendo estudado e divulgado sobre metaverso. Não falta muito para que possamos transitar em espaços virtuais onde teremos a chance de criar, explorar e conviver com outras pessoas que não estarão no mesmo espaço físico.


A gente logo começa a imaginar: o que poderemos vivenciar em nosso Viver Simples, por meio de uma prática de yoga tão real?


Quantas novas e desafiadoras formas de convívio logo estarão por aqui.


Claro que ainda teremos toda a possibilidade de convívio e aprendizado presencial.


Porém, será por meio do ambiente virtual, ao vivo e online, que poderemos de qualquer lugar e a qualquer hora praticar yoga juntos, em segurança.


Vamos em frente!














14 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo